Início Áreas de Concentração Filosofia e História da Educação
Filosofia e História da Educação PDF Print E-mail

 

Coordenador: Prof. Dr. Silvio Ancízar Sánches Gamboa

 

 Descrição

A Área contempla estudos e pesquisas sobre a educação, realizados do ponto de vista Histórico e Filosófico. Preservada a autonomia relativa de cada um desses campos do saber, na sua pluralidade, busca-se articuladamente o conhecimento e a discussão da educação, tanto na sua contextualização histórica, como à luz dos seus pressupostos éticos, políticos e/ou epistemológicos.

 

Eixos de Pesquisa, Estudo e Trabalho:

Historiografia e Concepções Teórico-Metodológicas da História da Educação

Estudos Temáticos e História Regional da Educação

Estudos Histórico-biográficos do Pensamento Educacional

Ética, Política e Educação

Epistemologia e Teorias da Educação

Ensino de Filosofia

Filosofias da Diferença em interface com a Educação

Processos de exclusão/inclusão social e escolar: racismo e práticas sociais

Psicanálise, Filosofia e Educação: subjetivação e diferenciação

 

 

PROFESSORES PLENOS
Grupos de Pesquisa
Prof. Dr. José Claudinei Lombardi
HISTEDBR
Prof. Dr. José Luís Sanfelice 
HISTEDBR
Prof. Dr. Sérgio Eduardo M. Castanho
HISTEDBR
Profa. Dra. Mara Regina M. Jacomelli
HISTEDBR
Prof. Dr. César Apareciddo Nunes
PAIDÉIA
Profa. Dra. Lidia Maria Rodrigo
PAIDÉIA
Prof. Dr. Renê José Trentin Silveira
PAIDÉIA
Prof. Dr. Roberto Akira Goto 
PAIDÉIA
Prof. Dr. Silvio A . Sánchez Gamboa
PAIDÉIA
Prof. Dr. Silvio Donizetti de O. Gallo
DiS/PAIDÉIA
Profa. Dra. Maria Cristina Menezes
CIVILIS
Profa. Dra. Ediógenes Aragão Santos
CIVILIS
Professores Participantes
Prof. Dr. Dermeval Saviani 
HISTEDBR
Profa. Dra. Olinda Maria Noronha 
HISTEDBR
Prof. Dr. Pedro Laudinor Goergen
PAIDÉIA

 

GRUPOS DE  PESQUISA

Esta Área de Concentração congrega os seguintes grupos de pesquisa:

 

1. HISTEDBR

GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS "HISTÓRIA, SOCIEDADE E EDUCAÇÃO NO BRASIL"

Descrição

Desenvolve estudos e pesquisas em História da Educação Brasileira, tendo por pressuposto que a educação é intrinsecamente articulada à sociedade, sendo, portanto, social, econômica e politicamente determinada.

 


2. PAIDÉIA

GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM FILOSOFIA E EDUCAÇÃO

Descrição

Abrange estudos e pesquisas em Filosofia da Educação, com a priorização da produção de conhecimentos sobre a problemática teórico-metodológica da educação ou do pensamento educacional, principalmente brasileiro, sobre as questões que tenham por objeto o desvelamento da relação entre Ética, Política e Educação, e sobre o Ensino da Filosofia.


 3. CIVILIS

Descrição

O Civilis nasce da necessidade de dar visibilidade e legitimidade institucional aos estudos e pesquisas de pesquisadores e estudantes de pós-graduação, que em seus trabalhos vêm priorizando novas fontes, novas abordagens e perspectivas teóricas da Nova História, decorrentes da reavaliação histórica e da renovação historiográfica oriunda da crise da História e dos paradigmas. Entre o fazer e o falar, as novas fontes disponibilizadas, em especial, pelos arquivos escolares e museus, fazem a escola emergir como prática cultural, pedagógica e institucional, como um conjunto de culturas e obriga o historiador da educação a olhar a escola de diferentes pontos de vista, a dos agentes históricos, fertilizando um novo campo de investigações.  Reinterpretar a sociedade, a escola, suas práticas culturais e pedagógicas, sem reduzir a História ao discurso individual da Memória ou dos documentos.  

 


 4. DiS (grupo inter-área)

DIFERENÇAS E SUBJETIVIDADES EM EDUCAÇÃO

Descrição

O Grupo de Estudos e Pesquisa Diferenças e Subjetividades tem como objetivo geral produzir conhecimentos na transversalidade de campos de saberes que tenham como perspectiva a condição humana, em especial, com a Filosofia, a Psicologia Social, a Psicanálise e a Lingüística.  O eixo articulador das pesquisas vinculadas ao grupo é o estudo das e nas diferenças em um duplo sentido: de um lado, a diferença como objeto – as diferenças historicamente produzidas e sobre as quais seus pesquisadores se voltarão; de outro, a diferença como perspectiva, ou seja, as diferenças que constituem os olhares dos membros do grupo.